sábado, 18 de dezembro de 2010

Boas Festas!


Quisera Senhor, neste Natal armar uma árvore dentro do meu coração e nela pendurar, em vez de presentes os nomes de todos os meus amigos.

Os antigos e os mais recentes. Aqueles que vejo a cada dia e os que raramente encontro.

Os sempre lembrados e os que às vezes ficam esquecidos. Os constantes e os intermitentes. Os das horas difíceis e os das horas alegres. Os que sem querer eu magoei, ou sem querer me magoaram. Aqueles a quem conheço profundamente e aqueles a quem conheço apenas as aparências.

Os que pouco me devem e aqueles a quem muito devo. Meus amigos humildes e meus amigos importantes. Os nomes de todos que já passaram por minha vida.

Uma árvore de raiz muito profunda para que seus nomes nunca mais sejam arrancados do meu coração. De ramos muito extensos, para que novos nomes vindos de todas as partes venham juntar-se aos existentes. De sombras muito agradáveis para que nossa amizade seja um aumento de repouso nas
lutas da vida.

Que o Natal esteja vivo em cada dia do ano que se inicia, para que possamos viver juntos.

(Autor Desconhecido)

Fonte:
http://www.velhosamigos.com.br/Texto

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Coimbra (Roberto Carlos)


Coimbra do choupal
Ainda és capital
Do amor em Portugal, ainda
Coimbra onde uma vez
Com lágrimas se fez
A história dessa Inês tão linda
Coimbra das canções
Coimbra que nos põe
Os nossos corações, à luz...
Coimbra dos doutores
Pra nós os seus cantores
A fonte dos amores és tu.
Coimbra é uma lição
De sonho e tradição
O lente é uma canção
E a lua a faculdade
O livro é uma mulher
Só passa quem souber
E aprende-se a dizer saudade.

Raul Ferrão


quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Eu Não Existo Sem Você (Oswaldo Montenegro)


Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você

Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
Eu não existo sem você

Vinícius De Moraes/tom Jobim


terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Oração ao Tempo (Caetano Veloso)


És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo tempo tempo tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo tempo tempo tempo...
Compositor de destinos
Tambor de todos os rítmos
Tempo tempo tempo tempo
Entro num acordo contigo
Tempo tempo tempo tempo...
Por seres tão inventivo
E pareceres contínuo
Tempo tempo tempo tempo
És um dos deuses mais lindos
Tempo tempo tempo tempo...
Que sejas ainda mais vivo
No som do meu estribilho
Tempo tempo tempo tempo
Ouve bem o que te digo
Tempo tempo tempo tempo...
Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo tempo tempo tempo
Quando o tempo for propício
Tempo tempo tempo tempo...
De modo que o meu espírito
Ganhe um brilho definido
Tempo tempo tempo tempo
E eu espalhe benefícios
Tempo tempo tempo tempo...
O que usaremos prá isso
Fica guardado em sigilo
Tempo tempo tempo tempo
Apenas contigo e comigo
Tempo tempo tempo tempo...
E quando eu tiver saído
Para fora do teu círculo
Tempo tempo tempo tempo
Não serei nem terás sido
Tempo tempo tempo tempo...
Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo tempo tempo tempo
Num outro nível de vínculo
Tempo tempo tempo tempo...
Portanto peço-te aquilo
E te ofereço elogios
Tempo tempo tempo tempo
Nas rimas do meu estilo
Tempo tempo tempo tempo...

Caetano Veloso


segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Tudo Diferente (Maria Gadú)


Todos caminhos trilham pra a gente se ver
Todas as trilhas caminham pra gente se achar, viu
Eu ligo no sentido de meia verdade
Metade inteira chora de felicidade
A qualquer distância o outro te alcança
Erudito som de batidão
Dia e noite céu de pé no chão
O detalhe que o coração atenta
Todos caminhos trilham pra a gente se ver
Todas as trilhas caminham pra gente se achar, né
Eu ligo no sentido de meia verdade
Metade inteira chora de felicidade
A qualquer distância o outro te alcança
Erudito som de batidão
Dia e noite céu de pé no chão
O detalhe que o coração atenta
Todos caminhos trilham pra a gente se ver
Todas as trilhas caminham pra gente se achar, né
Eu ligo no sentido de meia verdade
Metade inteira chora de felicidade

A qualquer distância o outro te alcança
Erudito som de batidão
Dia e noite céu de pé no chão
O detalhe que o coração atenta
Você passa, eu paro
Você faz, eu falo
Mas a gente no quarto sente o gosto bom que o oposto tem
Não sei, mas sinto, uma força que embala tudo
Falo por ouvir o mundo, tudo diferente de um jeito bate
Todos caminhos trilham pra a gente se ver
Todas as trilhas caminham pra gente se achar, viu
Eu ligo no sentido de meia verdade
Metade inteira chora de felicidade
A qualquer distância o outro te alcança
Erudito som de batidão
Dia e noite céu de pé no chão
O detalhe que o coração atenta

André Carvalho


domingo, 12 de dezembro de 2010

Roda Viva (Chico Buarque)


Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mundo então que cresceu...
A gente quer ter voz ativa
No nosso destino mandar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega o destino prá lá ...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...
A gente vai contra a corrente
Até não poder resistir
Na volta do barco é que sente
O quanto deixou de cumprir
Faz tempo que a gente cultiva
A mais linda roseira que há
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a roseira prá lá...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...
A roda da saia mulata
Não quer mais rodar não senhor
Não posso fazer serenata
A roda de samba acabou...
A gente toma a iniciativa
Viola na rua a cantar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a viola prá lá...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...
O samba, a viola, a roseira
Que um dia a fogueira queimou
Foi tudo ilusão passageira
Que a brisa primeira levou...
No peito a saudade cativa
Faz força pro tempo parar
Mas eis que chega a roda viva
E carrega a saudade prá lá ...
Roda mundo, roda gigante
Roda moinho, roda pião
O tempo rodou num instante
Nas voltas do meu coração...

Chico Buarque


sábado, 11 de dezembro de 2010

Por Enquanto (Cássia Eller)


Mudaram as estações, nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu
Está tudo assim tão diferente
Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre
Sem saber, que o pra sempre, sempre acaba
Mas nada vai conseguir mudar o que ficou
Quando penso em alguém só penso em você
E aí, então, estamos bem
Mesmo com tantos motivos
Pra deixar tudo como está
Nem desistir, nem tentar agora tanto faz
Estamos indo de volta pra casa
Mesmo com tantos motivos
Pra deixar tudo como está
Nem desistir, nem tentar agora tanto faz
Estamos indo de volta pra casa

Renato Russo


sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Nuvem Passageira (Kleiton e Kledir)


Eu sou nuvem passageira,
Que com o vento se vai,
Eu sou como um cristal bonito
Que se quebra quando cai.

Não adianta escrever meu nome n’uma pedra,
Pois essa pedra em pó vai se transformar,
Você não vê que a vida corre contra o tempo
Sou um castelo de areia na beira do mar.

(Ar, Ar)

Eu sou nuvem passageira,
Que com o vento se vai,
Eu sou como um cristal bonito
Que se quebra quando cai.

A lua cheia convida para um longo beijo
Mas o relógio te cobra o dia de amanhã
Estou sozinho, perdido e louco no meu leito,
E a namorada analisada por sobre o divã.

(Ar, Ar, Ar) (Ar, Ar,Ar)

Eu sou nuvem passageira,
Que com o vento se vai,
Eu sou como um cristal bonito
Que se quebra quando cai.

Por isso agora o que eu quero e dançar na chuva
Não quero nem saber de me fazer ou me matar
Ou vou deixar um dia fique a minha energia
Sou um castelo de areia na beira do mar

(Ar, Ar, Ar) (Ar, Ar,Ar)

Eu sou nuvem passageira,
Que com o vento se vai,
Eu sou como um cristal bonito
Que se quebra quando cai.

Hermes de Aquino





Fontes:
http://letras.terra.com.br/letra e imagem.
http://www.youtube.com/madredeuslover/vídeo.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

A Noite do Meu Bem (Dolores Duran)


Hoje eu quero a rosa mais linda que houver
E a primeira estrela que vier
Para enfeitar a noite do meu bem

Hoje eu quero paz de criança dormindo
E abandono de flores se abrindo
Para enfeitar a noite do meu bem

Quero a alegria de um barco voltando
Quero ternura de irmãos se encontrando
Para enfeitar a noite do meu bem

Ah, eu quero o amor, o amor mais profundo
Eu quero toda beleza do mundo
Para enfeitar a noite do meu bem

Quero a alegria de um barco voltando
Quero ternura de irmãos se encontrando
Para enfeitar a noite do meu bem

Ah, como este bem demorou a chegar
Eu já nem sei se terei no olhar
Toda pureza que eu quero lhe dar

Composição: Dolores Duran





Fonte:http://letras.terra.com.br/letra,vídeo e imagem

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Hino a Nossa Senhora da Conceição


Nossa senhora da conceição
Guia meus passos e meu coração
Intercessor caminho de luz
Roga por nós junto a Jesus

Nossa senhora da conceição
Guia meus passos e meu coração
Intercessor caminho de luz
Roga por nós junto a Jesus

Quando chega o dia deste encontro
Venho aqui com muita fé
Te clamar em oração

Neste altar eu faço os meus pedidos
Na certeza do ampara
Me entrego em tuas mãos

Sabes, Mãe querida, Imaculada
És de todas, a mais bela
Que o nosso Deus nós deu

Santa Mãe divina, és agora
Hoje,sempre, a toda hora
Devoção dos filhos teus

Nossa senhora da conceição
Guia meus passos e meu coração
Intercessor caminho de luz
Roga por nós junto a Jesus

Nossa senhora da conceição
Guia meus passos e meu coração
Intercessor caminho de luz
Roga por nós junto a Jesus

Quando estou na igreja de joelhos
Ateus pés eu agradeço
Pela tua proteção

Perdoa-me pelos dias em adormeço
De cansado, com o terço
Enrolado em minhas mãos

Mas eu sei, oh! Mãe que tu sabes disso
Que por nada, nem por isso
Vais me desamparar

Santa de amor vivo e verdadeiro
Alimento da minh’alma
Venho aqui pra te louvar

Nossa senhora da conceição
Guia meus passos e meu coração
Intercessor caminho de luz
Roga por nós junto a Jesus

Nossa senhora da conceição
Guia meus passos e meu coração
Intercessor caminho de luz
Roga por nós junto a Jesus

Nossa senhora da conceição
Guia meus passos.




Fontes
:http://www.youtube.com/bocalu/video e letra.
http://www.arquidiocesedebrasilia.org.br/imagem

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Quando A Chuva Passar (Ivete Sangalo)


Pra que falar
Se você não quer me ouvir?
Fugir agora não resolve nada.
Mas não vou chorar
Se você quiser partir.
Às vezes a distância ajuda
E essa tempestade
Um dia vai acabar...
Só quero te lembrar
De quando a gente
Andava nas estrelas,
Nas horas lindas
Que passamos juntos.
A gente só queria amar e amar
E hoje eu tenho certeza:
A nossa história não
Termina agora
E essa tempestade
Um dia vai acabar.

Quando a chuva passar,
Quando o tempo abrir,
Abra a janela e veja:
Eu sou o Sol!
Eu sou céu e mar;
Eu sou céu e fim
E o meu amor é imensidão.
Oh! Oh! Oh! Oh!
Só quero te lembrar
De quando a gente
Andava nas estrelas,
Nas horas lindas
Que passamos juntos.
A gente só queria amar e amar
E hoje eu tenho certeza:
A nossa história não
Termina agora
E essa tempestade
Um dia vai acabar.
Refrão
Quando a chuva passar,
Quando o tempo abrir,
Abra a janela e veja:
Eu sou o Sol!
Eu sou céu e mar;
Eu sou céu e fim
E o meu amor é imensidão.
Oh! Oh! Oh! Oh!
Hey! Hey!
Oh! Oh! Oh! Oh!...

Ramón Cruz


segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Exagerado (Cazuza)


Amor da minha vida
Daqui até a eternidade
Nossos destinos
Foram traçados na maternidade
Paixão cruel desenfreada
Te trago mil rosas roubadas
Pra desculpar minhas mentiras
Minhas mancadas
Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado
Eu nunca mais vou respirar
Se você não me notar
Eu posso até morrer de fome
Se você não me amar
E por você eu largo tudo
Vou mendigar, roubar, matar
Até nas coisas mais banais
Prá mim é tudo ou nunca mais
Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado
E por você eu largo tudo
Carreira, dinheiro, canudo
Até nas coisas mais banais
Prá mim é tudo ou nunca mais
Exagerado
Jogado aos teus pés
Eu sou mesmo exagerado
Adoro um amor inventado
Jogado aos teus pés
Com mil rosas roubadas
Exagerado
Eu adoro um amor inventado

Cazuza / Ezequiel Neves / Leoni


domingo, 5 de dezembro de 2010

O Vencedor (Los Hermanos)


Olha lá, quem vem do lado oposto
Vem sem gosto de viver
Olha lá, que os bravos são
Escravos sãos e salvos de sofrer
Olha lá, quem acha que perder
É ser menor na vida
Olha lá, quem sempre quer vitória
E perde a glória de chorar
Eu que já não quero mais ser um vencedor
Levo a vida devagar pra não faltar amor

Olha você e diz que não
Vive a esconder o coração

Não faz isso, amigo
Já se sabe que você
Só procura abrigo
Mas não deixa ninguém ver
Por que será?

Eu que já não sou assim
Muito de ganhar
Junto às mãos ao meu redor
Faço o melhor que sou capaz
Só pra viver em paz

Marcelo Camelo


sábado, 4 de dezembro de 2010

Hino De Nossa Senhora do Loreto


SALVE,Ó MÃE TÃO SUBLIME
SER FIEL A TI EU PROMETO,
LOVEMOS TODOS, LOUVEMOS
A VIRGEM MÃE DO LORETO.

MARIA,MAE CARINHOSA QUE
NOS OLHA COM AMOR,
SEDE A NOSSA PROTETORA
JUNTO AO TRONO DO SENHOR.

PORTUDO QUANTO SOFRESTE
VENDO O TEU FILHO NA CRUZ
NÃO ME ABANDONE JAMAIS
MARIA MÃE DE JESUS!!

(Desconheço o autor)

Fonte:
http://www.igreja-catolica.com/Imagem

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Motivos Pra Recomeçar (Pe. Fábio de Melo)


Eu não sei dizer ao certo como foi
Eu não sei dizer a hora e o lugar
O que sei dizer é que depois que Ele entrou em minha vida
Tudo foi ficando fora de lugar
Retirou a ordem das coisas antigas
E o meu jeito tão estranho de amar
Fez-me ver a solidão que existia nos meus dias
E a sorrir me ensinou recomeçar
Retirou da escuridão meu coração
Acendeu uma nova luz em meu olhar
Fez nascer a primavera onde o inverno não passou
E me deu motivos para recomeçar
E desde então eu me rendi a este mistério
De ser com Ele e para Ele só viver
Deus mora em mim, sou sua casa, tenda humana
Ele é meu tudo, meu princípio, meio e fim



quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Ontem (Yesterday - The Beatles ) Tradução


Ontem
Todos os meus problemas pareciam tão distantes
Agora parece que eles vieram pra ficar
Oh, eu acredito no ontem

De repente
Não sou metade do homem que costumava ser
Há uma sombra sobre mim
Oh, o ontem veio de repente

Porque ela teve de partir eu não sei
Ela não diria
Eu disse algo errado, agora anseio tanto
Pelo ontem

Ontem
O amor era um jogo fácil de se jogar
Agora preciso de um lugar para me esconder
Oh, eu acredito no ontem

Porque ela teve de partir eu não sei
Ela não diria
Eu disse algo errado, agora anseio tanto
Pelo ontem

Ontem
O amor era um jogo fácil de se jogar
Agora preciso de um lugar para me esconder
Oh, eu acredito no ontem

Composição: Lennon / McCartney





Fontes: www.letras.terra.com.br/Imagem
www.youtube.com.br

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

A Partir Desse Instante (Roberto Carlos)


A partir desse instante
Eu não vou mais ficar esperando você
E não vou mais deixar
Que os meus sonhos se percam buscando você
A partir desse instante
Eu não vou mais ficar repetindo o seu nome
E não vou mais chorar, eu tenho que aceitar
Eu não vou mais pensar em você

A partir desse instante
Vou aprender a dominar meus sentimentos
Eu vou tirar você do pensamento
Eu te amo, você sabe, mas preciso esquecerEu penso a todo instante
Mas, que adianta, não tem jeito, eu não me esqueço
Eu vivo repetindo a mesma coisa
Mas acabo nos seus braços, te amando outra vez

E dizendo:

Eu não vou mais pensar em você

Mas não posso ficar sem você

Eu não vou mais ficar sem você

Composição: Maurício Duboc - Carlos Colla




Fontes: www.letras.terra.com.br/Imagens
www.youtube.com

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Anna Julia (Los Hermanos)


Quem te ver passar assim por mim
Não sabe o que é sofrer.
Ter que ver você assim sempre tão linda.
Contemplar o sol do teu olhar, perder você no ar
Na certeza de um amor
me achar um nada,
Pois sem ter teu carinho
eu me sinto sozinho
eu me afogo em solidão...
Oh Anna Juliaaaaa

Nunca acreditei na ilusão de ter você pra mim.
Me atormenta a previsão do nosso destino.
Eu passando o dia a te esperar,
você sem me notar.
Quando tudo tiver fim, você vai estar com um cara,
Um alguém sem carinho.
Será sempre um espinho
dentro do meu coração.
Oh Anna Juliaaaaa

Sei que você já não quer o meu amor,
Sei que você já não gosta de mim,
Eu sei que eu não sou quem você sempre sonhou,
Mas vou reconquistar o seu amor todo pra mim.
Oh Anna Juliaaaaa
Oh Anna Julia, Julia, Julia
ouououou!

Marcelo Camelo


segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Janta (Mallu Magalhães e Marcelo Camelo)


Eu quis te conhecer mas tenho que aceitar
Caberá ao nosso amor o eterno ou o não dá
Pode ser cruel a eternidade
Eu ando em frente por sentir vontade

Eu quis te convencer mas chega de insistir
Caberá ao nosso amor o que há de vir
Pode ser a eternidade má
Caminho em frente pra sentir saudade

Clipes e lápis de cor na minha cama
Todos pensam que estou triste
Vou passear nas melodias e abelhas e pássaros
Ouvirão minhas palavras?
Estaremos nós dois e você e eles juntos?

Eu posso esquecer-me de tentar ser todos os outros
Eu sinto que tudo bem, podemos ir longe
e agradar meu dia
Vou deixar que você fique comigo, se você se entrega

Eu quis te conhecer, mas tenho que aceitar
Eu posso esquecer-me de tentar ser todos os outros
caberá ao nosso amor o eterno ou o não dá
Eu sinto que tudo bem, podemos ir longe
pode ser a eternidade má
e agradar meu dia
eu ando sempre pra sentir vontade
Vou deixar que você fique comigo, se você se entrega

Marcelo Camelo


domingo, 28 de novembro de 2010

Por uma vez em minha vida (For Once in my Life - Stevie Wonder)

Por uma vez em minha vida eu tenho alguém que precisa de mim
Alguém que eu tenho precisado há muito tempo
Por uma vez, destemido, eu posso ir aonde a vida me levar
E de uma maneira que sei que serei forte

Por uma vez eu posso tocar o que meu coração usou para sonhar
De muito antes que eu soubesse
De alguém ardente que gosta de mim
Que faria meus sonhos se tornarem realidade

Por uma vez em minha vida eu não deixei a tristeza me ferir
Não como ela me feriu antes
Por uma vez eu tenho alguém que sei que não irá me abandonar
E eu não estarei sozinho nunca mais

Por uma vez, eu posso dizer, isto é meu, você não pode levar isto
Enquanto eu souber que tenho amor, eu posso fazer isto
Por uma vez em minha vida, eu tenho alguém que precisa de mim.


Ron Miller / Orlando Murden




www.letras.terra.com.br/Imgame, letra e Vídeo

sábado, 27 de novembro de 2010

Queixa (Caetano Veloso)



Um amor assim delicado
Você pega e despreza
Não devia ter despertado
Ajoelha e não reza
Dessa coisa que mete medo
Pela sua grandeza
Não sou o único culpado
Disso eu tenho a certeza
Princesa, surpresa, você me arrasou
Serpente, nem sente que me envenenou
Senhora, e agora, me diga onde eu vou
Senhora, serpente, princesa
Um amor assim violento
Quando torna-se mágoa
É o avesso de um sentimento
Oceano sem água
Ondas, desejos de vingança
Nessa desnatureza
Batem forte sem esperança
Contra a tua dureza
Princesa, surpresa, você me arrasou
Serpente, nem sente que me envenenou
Senhora, e agora, me diga onde eu vou
Senhora, serpente, princesa
Um amor assim delicado
Nenhum homem daria
Talvez tenha sido pecado
Apostar na alegria
Você pensa que eu tenho tudo
E vazio me deixa
Mas Deus não quer que eu fique mudo
E eu te grito esta queixa
Princesa, surpresa, você me arrasou
Serpente, nem sente que me envenenou
Senhora, e agora, me diga onde eu vou
Amiga, me diga...

N.Siqueira / E. Neves


sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Quem de Nós Dois (Ana Carolina)

Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber...
Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer...
Se eu disser
Que já nem sinto nada
Que a estrada sem você
É mais segura
Eu sei você vai rir da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso
Leio o teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso...
Sinto dizer que amo mesmo
Tá ruim prá disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos
No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
E quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra mão
E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada...
E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida
Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa...
Se eu tento esconder meias verdades
Você conhece o meu sorriso
Lê o meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
O que eu já nem preciso...
E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

GianLuca Grignani / Massima Luca - versão: Ana Carolina / Dudu Falcão


quinta-feira, 25 de novembro de 2010

História De Amor [Love Story] (Wanderley Cardoso)


Quando eu te encontrei
Eu não pensei que um grande amor eu fosse ter
Eu que só tinha amargura em meu viver
Eu que já estava tão cansado de sofrer
Vivendo só
Quando eu te encontrei
Lendo os seus olhos eu fiquei a imaginar
Que o meu mundo tu irias alegrar
Que eras tudo o que eu queria encontrar
Meu coração
Eu te entreguei
Me deste a vida enfim
Me deste amor
Me deste a razão para viver
E o que é que faz
E onde quer que eu vá
Irás comigo
Nos sonhos meus
Na minha mente
Eu não irei só
Irás também.
Quem pode medir
Um grande amor pelos minutos de paixão
A nossa história e nosso amor esta canção
Bem que procuro, não encontro explicação
Pra tanto amor.
Meu grande amor.

Carl Sigman / Francis Lai / versão de Rossini Pinto


quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Futuros Amantes (Chico Buarque)


Não se afobe, não
Que nada é pra já
O amor não tem pressa
Ele pode esperar em silêncio
Num fundo de armário
Na posta-restante
Milênios, milênios
No ar

E quem sabe, então
O Rio será
Alguma cidade submersa
Os escafandristas virão
Explorar sua casa
Seu quarto, suas coisas
Sua alma, desvãos

Sábios em vão
Tentarão decifrar
O eco de antigas palavras
Fragmentos de cartas, poemas
Mentiras, retratos
Vestígios de estranha civilização

Não se afobe, não
Que nada é pra já
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes, quiçá
Se amarão sem saber
Com o amor que eu um dia
Deixei pra você

Composição: Chico Buarque




Fontes: letras.terra.com.br/Imagem
www.youtube.com

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A Vida Não Presta - Leo Jaime


Você vai de carro prá escola
E eu só vou a pé
Você tem amigos à beça
E eu só tenho o Zé...

Prá consolar

As tardes de domingo
Que eu passo à sofrer
Sonhando em ter
Um carro conversível
Prá você me querer...

Quantas noites
Em claro eu passei
Tentando te esquecer
Quando à noite
Eu consigo dormir
Eu sonho é com você...

A me dizer:
Prá não ter ilusões
Que entre nós não pode ser
E é mesmo assim
Nem mesmo no meu sonho
Eu posso ter você prá mim...

Eu tentei naquela festa
Você fugiu de mim
E eu pensei:
A vida não presta
Ela não gosta de mim...

Eu pensei:
Ela não gosta de mim
Oh! Oh! Oh! Oh!
Ela não gosta de mim...

Eu pensei:
A vida não presta
Ela não gosta de mim
Oh! Oh! Oh! Oh!...

Eu pensei:
A vida não presta
Ela não gosta de mim
Uh! Uh! Uuuuuuuh!...


Composição: Leo Jaime/ Leandro/ Selvagem Big Abreu








Fontes:
http://www.youtube.com/hackersensacao/vídeo
http://letras.terra.com.br/leo-jaime/letra e imagem.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

A Fórmula do Amor (Kid Abelha)



Eu tenho o gesto exato
E sei como devo andar
Aprendi nos livros
Pra um dia usar
Um certo ar cruel
De quem sabe o que quer
Tenho tudo planejado
Pra te impressionar
Luz do fim de tarde
Meu rosto encontra a luz
Não posso compreender
Não faz nenhum efeito
A sua aparição
Será que errei na mão?
As coisas são mais fáceis
Na televisão
Mantenho o passo
Alguém me vê
Nada acontece
Não sei porque
Se eu não perdi
Nenhum detalhe
Onde foi que eu errei?
Ainda encontro
A fórmula do amor
Ainda encontro
A fórmula do amor
Ainda encontro
Oh! Oh! Oh!
A fórmula
A fórmula do amor
Eu tenho a pose exata
Pra me fotografar
Aprendi nos livros
Pr'um dia usar
Um certo ar cruel
De quem sabe o que quer
Tenho tudo programado
Pra te conquistar
Eu tenho um bom papo
E sei até dançar
Não posso compreender
Não faz nenhum efeito
A minha aparição
Será que errei na mão
As coisas são mais fáceis
Na televisão
Mantenho o passo
Alguém nem ve
Nada acontece
Eu não sei porque
Se eu não perdi
Nenhum detalhe
Onde foi que eu errei?
Ainda encontro
A fórmula do amor
Ainda encontro
A fórmula do amor
Ainda encontro
Oh! Oh! Oh!
A fórmula
A fórmula do amor

Léo Jaime & Kid Abelha


domingo, 21 de novembro de 2010

Lua de São Jorge (Caetano Veloso)


lua de são jorge
lua deslumbrante
azul verdejante
cauda de pavão
lua de são jorge
cheia branca inteira
oh minha bandeira
solta na amplidão
lua de são jorge
lua brasileira
lua do meu coração
lua de são jorge
lua maravilha
mãe, irmã e filha
de todo esplendor
lua de são jorge
brilha nos altares
brilha nos lugares
onde estou e vou
lua de são jorge
brilha sobre os mares
brilha sobre o meu amor
lua de são jorge
lua soberana
nobre porcelana
sobre a seda azul
lua de são jorge
lua da alegria
não se vê o dia
claro como tu
lua de são jorge
serás minha guia
no brasil de norte a sul

Composição: Caetano Veloso

center>

sábado, 20 de novembro de 2010

Lágrimas e Chuva (Leoni)


Eu perco o sono e choro
Sei que quase desespero
Mas não sei por que
A noite é muito longa
Eu sou capaz de certas coisas
Que eu não quis fazer

Será que alguma coisa
Nisso tudo faz sentido
A vida é sempre um risco
Eu tenho medo do perigo
Lágrimas e chuva
Molham o vidro da janela
Mas ninguém me vê
O mundo é muito injusto
Eu dou plantão dos meus problemas
Que eu quero esquecer
Será que existe alguém
Ou algum motivo importante
Que justifique a vida
Ou pelo menos esse instante

Eu vou contando as horas
E fico ouvindo passos
Quem sabe o fim da história
De mil e uma noites
De suspense no meu quarto

George Israel/Bruno Fortunato/Leoni




Fonte:
www.letras.terra.com.br

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

O Vencedor Leva Tudo (The Winner Takes It All - ABBA) Tradução

Eu não quero conversar,
Sobre as coisas que nós passamos
Embora isso me machuque,
Agora é passado
Eu joguei todas as minhas cartas,
E foi o que você fez também
Não há mais nada a dizer,
Nenhum ás a mais a jogar

O vencedor leva tudo,
O perdedor fica menor
Ao lado da vitória,
Está o seu destino

Eu estava em seus braços,
Achando que ali era o meu lugar
Eu achava que fazia sentido,
Construindo-me uma cerca
Construindo-me um lar
Achando que seria forte lá
Mas fui uma tola,
Jogando conforme às regras

Os deuses podem jogar um dado,
Suas mentes são tão frias quanto gelo
E alguém bem aqui embaixo,
Perde alguém querido
O vencedor leva tudo,
O perdedor tem que cair
É simples e está claro,
Por que eu deveria lamentar?

Mas diga-me se ela beija,
Como eu costumava te beijar?
Mas diga-me se é a mesma coisa,
Quando ela o chama?
Em algum lugar bem profundo,
Você deve saber que eu sinto a sua falta
Mas o que eu posso dizer?
As regras tem de serem obedecidas

Os juízes decidirão,
As coisas boas da minha vida,
Os espectadores do espetáculo,
Sempre ficam quietos
O jogo começa de novo,
Um amigo ou amante?
Uma pequena ou uma grande coisa?
O vencedor leva tudo

Eu não quero conversar,
Se isso te deixa triste
E eu entendo,
Você veio me dar um aperto de mão
Peço desculpas,
Se isso faz você se sentir mal
Ao me ver tão tensa
Sem auto-confiança
Mas você compreende
O vencedor leva tudo...
O vencedor leva tudo...

Alguém querido...
Leva tudo...
E o perdedor...
Tem que cair...
Lance um dado...
Frio como gelo...
Bem aqui embaixo...
Alguém querido...
Leva tudo...




Fontes: /letras.terra.com.br/Imagens

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A letra A (Nando Reis)


A letra A do seu nome
Abre essa porta e entra
Na mesma casa onde eu moro
Na mesa que me alimenta

A telha esquenta e cobre
Quando de noite ela deita
A gente pensa que escolhe
Se a gente não sabe inventa

A gente só não inventa a dor
A gente que enfrenta o mal
Quando a gente fica em frente ao mar
A gente se sente melhor

A abelha nasce e morre
E a cera que ela engendra
Acende a luz quando escorre
Da vela que me orienta

Apenas os automóveis
Centenas se movem e ventam
Certeza é o chão de um imóvel
Prefiro as pernas que me movimentam

A gente movimenta o amor
A gente que enfrenta o mal
Quando a gente fica em frente ao mar
A gente se sente melhor

Nando Reis

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda (Lenine e Kid Abelha)


Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que eu sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...
Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...
Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...
Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...(3x)
De sapê!...

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

30000 Visitantes


Muito obrigada à todas as pessoas que passam pelo meu blog, e compartilham o mesmo gosto musical que eu! Se eu bem sei, a música também é um dos modos que se encontra conforto em momentos difíceis. Eusó tenho a agradecer por todos os amigos virtuais que eu nunca imaginei encontrar na internet! Obrigada à todos que me acompanham, e a cada um desses 30000 visitantes!

Abraços,
Aracy

My Heart Will Go On (Celine Dion)


TRADUÇÂO:

Meu Coração Seguirá Em Frente

Todas as noites nos meus sonhos eu vejo você, sinto você.
É assim que eu sei que você segue em frente
Longe toda a distância e espaços entre nós
Você veio me mostrar que continuará.

Perto, longe, onde quer que você esteja.
Creio que o coração segue em frente
Uma vez mais, você abre a porta
E você está aqui, no meu coração.
E o meu coração continuará e continuará

O amor pode nos tocar uma vez e durar uma vida.
E nunca nos abandonar até termos partido.
Amor foi quando eu amei você, um momento verdadeiro a qual me seguro
Em minha vida nós sempre seguiremos em frente

Perto, longe, onde quer que você esteja
Creio que o coração segue em frente
Uma vez mais, você abre a porta
E você está aqui, no meu coração.
E o meu coração continuará e continuará.

Você está aqui, não há nada que eu temo
E eu sei que meu coração seguirá em frente
Ficaremos para sempre dessa forma
Você está seguro em meu coração
E meu coração continuará e continuará

James Horner / Will Jennings






Fontes:
www.letras.terra.com.br/Letra&Música
www.mundodafama-ana.blogspot.com/Foto

Estou de volta!

"Eu voltei, agora pra ficar. Porque aqui, aqui é o meu lugar..."

Depois de um breve hiato de alguns dias, eu estou de volta, desta vez para ficar. Graças a Deus e à torcida de vocês, meus amigos, tudo deu certo em minha intervenção cirúrgica, e eu voltei ao normal, com as minhas postagens todos os dias! Muito obrigada por tudo, queridos amigos.

Que Deus esteja com vocês,
Aracy.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Volto logo!


A partir de amanhã eu estarei indo fazer uma cirurgia, e esta irá me deixar impossibilitada de manter em dia as postagens aqui! Assim que eu puder, voltarei, porque no Blog eu tenho verdadeiros amigos, e tenho certeza que todos vocês estarão torcendo por mim! Agradeço por sempre me acompanharem, e isto é que está me fazendo querer voltar o mais rápido que eu puder.

Um abraço e fiquem com Deus,
Aracy.

Um Amor Puro (Djavan)


O que há dentro do meu coração
Eu tenho guardado pra te dar
E todas as horas que o tempo
Tem pra me conceder
São tuas até morrer
E a tua história, eu não sei
Mas me diga só o que for bom
Um amor tão puro que ainda nem sabe
A força que tem
é teu e de mais ninguém
Te adoro em tudo, tudo, tudo
Quero mais que tudo, tudo, tudo
Te amar sem limites
Viver uma grande história
Aqui ou noutro lugar
Que pode ser feio ou bonito
Se nós estivermos juntos
Haverá um céu azul
Um amor puro
Não sabe a força que tem
Meu amor eu juro
Ser teu e de mais ninguém
Um amor puro

Djavan





Fontes:
www.letras.terra.com.br/Música&Foto&Letra

domingo, 7 de novembro de 2010

Minha Cidade (Lenine)


Minha cidade
menina dos olhos do mar
dos rios que levam meu coração
do sol que começa a raiar
é por você que eu peço na minha loa
por essa gente tão boa
abre um sorriso e canta

Minha cidade
das vilas, dos manguezais
dos altos e dos coqueiros
da fé que move o futuro
oh, Conceição, Senhora, abençoai
essa cidade que só quer crescer
e ser feliz

Recife eu te dou meu coração...
Recife eu te dou

Olha o Recife
da grande festa popular
dos bravos guerreiros que a história nos deu
dos arranha-céus e sobrados
É pra você
que a gente oferece a loa
por essa terra tão boa
abre a janela e canta
Minha cidade
menina dos olhos do mar
dos mascates, dos mercados
das pontes dos tempos de Holanda
oh, Conceição, senhora, abençoai
o meu Recife que só quer crescer
e ser feliz

Teus bairros mostram a coragem residente
e reflete a luta no olhar
dessa gente humilde que procura vencer
ensina ao Recife e ao mesmo tempo aprender
minha cidade em evidência, silêncio e harmonia
com a beleza da noite e a intensidade do dia
vamos lembrar dos mestres e poetas
vamos lembrar dos que fizeram do Recife
essa festa
vamos lembrar frei caneca, Ascenço Ferreira
Nelson Ferreira, Brennand, Canibal,
Capiba, João Cabral, Chico Science, Josué,
vamos lembrar dos batutas de São José
Mestre Salú, Ariano, Zero Quatro, Roger
daqui do Alto Zé do Pinho, mandando prá você
da Nação Zumbi, Nação Pernambuco,
mangaba, faceta, Faces do Subúrbio...
é o Recife que o povo daqui descobriu
do marco zero para o ano 2000
Recife eu te dou meu coração
meu coração vai nas águas do rio...

Lenine / Lula Queiroga



Fontes:
www.letras.terra.com.br/Letra&Vídeo
www.lacumbuca.blogspot.com/Imagem

sábado, 6 de novembro de 2010

I Will Always Love You (Whitney Houston)


If I should stay
I would only be in your way.
So I'll go but I know
I'll think of you
Every step of the way.

And I... will always love you...
I will always love you...
My darling you

Bittersweet memories,
That is all I'm taking with me...
So goodbye, please don't cry.
We both know I'm not what you, you need.

And I... will always love you.
I... will always love you, ohhh
I hope life treats you kind
And I hope you'll have
All you've dreamed of.
And I wished you joy
And happiness.
But above all this, I wish you love.

And I... will always love you...
I will always love you...
I will always love you...
I will always love you...
I will always love you...
I, I will always love you...you

Darling I love you
I'll always
I'll always
Love you...

Composição: Dolly Parton




Fontes: letras.terra.com.br/Imagem
www.youtube.com.br

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Razão da Minha Vida - Belo


Quando eu me vi perdido
Você manteve acesa a minha esperança
Nada fazia sentido
E você me deu colo como quem protege uma criança
Quando se apagaram as luzes
Você me deu a mão e me guiou no escuro
Como o sol cortando as nuvens
Você me iluminou e foi o meu porto seguro

E eu que acreditava que essa história de romance
Fosse coisa de momento
Mas você mostrou
Que o amor não era um lance
É o maior dos sentimentos

Você me aqueceu no calor dos seus braços
Colou meu coração pedaço por pedaço
E mesmo contra o mundo acreditou em mim
Eu nunca tive alguém que me amasse assim

Você me fez mudar, dar a volta por cima.
Me fez recuperar a minha auto-estima
Quando mais precisei secou todo meu pranto,
Razão da minha vida eu te amo tanto
Te amo tanto...

Quando se apagaram as luzes
Você me deu a mão e me guiou no escuro
Como o sol cortando as nuvens
Você me iluminou e foi o meu porto seguro

E eu que acreditava que essa história de romance
Fosse coisa de momento
Mas você mostrou
Que o amor não era um lance
É o maior dos sentimentos

Você me aqueceu no calor dos seus braços
Colou meu coração pedaço por pedaço
E mesmo contra o mundo acreditou em mim
Eu nunca tive alguém que me amasse assim

Você me fez mudar, dar a volta por cima.
Me fez recuperar a minha auto-estima
Quando mais precisei secou todo meu pranto,
Razão da minha vida eu te amo tanto
Te amo tanto...

Você me aqueceu no calor dos seus braços
Colou meu coração pedaço por pedaço
E mesmo contra o mundo acreditou em mim
Eu nunca tive alguém que me amasse assim

Você me fez mudar, dar a volta por cima.
Me fez recuperar a minha auto-estima
Quando mais precisei secou todo meu pranto,
Razão da minha vida eu te amo tanto
Te amo tanto...

Composição: Alexande Lucas / Fabiano dos Anjos




Fontes:
http://letras.terra.com.br/letra e imagem.
http://letras.terra.com.br/vídeo.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Nordeste Independente (Elba Ramalho)


Já que existe no sul esse conceito
Que o nordeste é ruim, seco e ingrato
Já que existe a separação de fato
É preciso torná-la de direito
Quando um dia qualquer isso for feito
Todos dois vão lucrar imensamente
Começando uma vida diferente
De que a gente até hoje tem vivido
Imagine o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Dividido a partir de Salvador
O nordeste seria outro país
Vigoroso, leal, rico e feliz
Sem dever a ninguém no exterior
Jangadeiro seria senador
O caçador de roça era suplente
Cantador de viola o presidente
E o vaqueiro era o líder do partido
Imagine o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Em Recife o distrito industrial
O idioma ia ser nordestinense
A bandeira de renda cearense
"Asa Branca" era o hino nacional
O folheto era o símbolo oficial
A moeda, o tostão de antigamente
Conselheiro seria o inconfidente
Lampião, o herói inesquecido
Imagine o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

O Brasil ia ter de importar
Do nordeste algodão, cana, caju
Carnaúba, laranja, babaçu
Abacaxi e o sal de cozinhar

O arroz, o agave do luar
A cebola, o petróleo, o aguardente
O nordeste é auto-suficiente
O seu lucro seria garantido
Imagine o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Povo do meu Brasil
Políticos brasileiros
Não pensem que nos enganam
Porque no fundo no fundo nosso povo não é besta

Frei Fernancio Barbosa

http://www.vagalume.com.br/elba-ramalho/nordeste-independente.html#ixzz14KgubNBV




quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Dio Come Ti Amo - Gigliola Cinquetti






 Nel cielo passano le nuvole
che vanno verso il mare
sembrano fazzoletti bianchi
che salutano il nostro amore

Dio, come ti amo
non è possibile
avere tra le braccia
tanta felicità

Baciare le tue labbra
che odorano di vento
noi due innamorati
come nessuno al mondo

Dio, come ti amo
mi vien da piangere
in tutta la mia vita
non ho provato mai

Un bene così caro
un bene così vero
chi può fermare il fiume
che corre verso il mare

Le rondini nel cielo
che vanno verso il sole
chi può cambiar l’amore
l’amore mio per te

Dio, come ti amo

Un bene così caro
un bene così vero
chi può fermare il fiume
che corre verso il mare

Le rondini nel cielo
che vanno verso il sole
chi può cambiar l’amore
l’amore mio per te

Dio, come ti amo
Dio, come ti amo

Gigliola Cinquetti




Fontes:
http://letras.terra.com.br/letra e vídeo.
http://brasilpoesias.ning.com/imagem

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Lembrança (Memory - Tradução) - Barbra Streisand



Meia-noite,
Nenhum som da calçada.
A lua perdeu sua memória?
Ela está sorrindo sozinha...
Na luz do lampião,
As folhas secas
Juntam-se aos meus pés
E o vento começa a gemer...

Lembrança,
Totalmente sozinha ao luar,
Eu posso sonhar com os velhos dias,
A vida era linda naquele tempo.
Eu lembro da época [em que]
Eu sabia o quê era a felicidade.
Deixe a lembrança viver novamente...

Cada lampião da rua
Parece palpitar
Um aviso fatalístico.
Alguém murmura
E o lampião de rua goteja,
E logo será manhã.

Luz do dia,
Eu devo esperar pelo nascer do sol,
Eu devo pensar sobre uma nova vida
E eu não devo ceder.
Quando a aurora chegar,
Esta noite será uma lembrança também
E um novo dia começará.

Finais desgastados de dias sujos de fumaça,
O cheiro frio e passado da manhã.
Um lampião da rua morre,
Outra noite terminou,
Outro dia está amanhecendo...

Toque-me,
É tão fácil me abandonar
Totalmente sozinha com a lembrança
Dos meus dias ao sol.
Se você me tocar,
Você compreenderá o quê é a felicidade.
Olhe, um novo dia começou!

Composição: Barry Manilow




Fontes:
http://letras.terra.com.br/letra/imagem e Vídeo.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

A Distância (Zezé di Camargo e Lucia e Roberto Carlos)

Nunca mais você ouviu falar de mim
Mas eu continuei a ter você
Em toda esta saudade que ficou...
Tanto tempo já passou e eu não te esqueci.

Quantas vezes eu pensei voltar
E dizer que o meu amor nada mudou
Mas o meu silêncio foi maior
E na distância morro
Todo dia sem você saber.
O que restou do nosso amor ficou
No tempo, esquecido por você...
Vivendo do que fomos ainda estou
Tanta coisa já mudou, só eu não te esqueci.

Eu só queria lhe dizer que eu
Tentei deixar de amar, não consegui
Se alguma vez você pensar em mim
Não se esqueça de lembrar
Que eu nunca te esqueci

Roberto Carlos / Erasmo Carlos

sábado, 30 de outubro de 2010

Trevo de Quatro Folhas (Fernanda Takai)


Vivo esperando e procurando
Um trevo no meu jardim
Quatro folhinhas nascidas ao léu
Me levariam pertinho do céu

Feliz eu seria
E o trevo faria
Que ela voltasse pra mim
Vivo esperando e procurando
Um trevo no meu jardim

Dixon / Woods / Versão: Nilo Sérgio


sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Grand' Hotel (Kid Abelha)


Se a gente não tivesse feito tanta coisa,
Se não tivesse dito tanta coisa,
Se não tivesse inventado tanto
Podia ter vivido um amor Grand' Hotel.
Se a gente não dissesse tudo tão depressa,
Se não fizesse tudo tão depressa,
Se não tivesse exagerado a dose,
Podia ter vivido um grande amor.
Um dia um caminhão atropelou a paixão
Sem teus carinhos e tua atenção
O nosso amor se transformou em "Bom Dia"...
Qual o segredo da felicidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Qual o sentido da realidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Se a gente não dissesse tudo tão depressa,
Se não fizesse tudo tão depressa,
Se não tivesse exagerado a dose,
Podia ter vivido um grande amor.
Um dia um caminhão atropelou a paixão
Sem teus carinhos e tua atenção
O nosso amor se transformou em "Bom Dia"...
Qual o segredo da felicidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Qual o sentido da realidade?
Será preciso ficar só pra se viver?
Só pra se viver.
Ficar só
Só pra se viver...
Ficar só
Só pra se viver.

George Israel / Paula Toller / Lui Farias



Fontes:
www.letras.terra.com.br/Imagem&Letra&Música

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Índios (Legião Urbana)

Quem me dera
Ao menos uma vez
Ter de volta todo o ouro
Que entreguei a quem
Conseguiu me convencer
Que era prova de amizade
Se alguém levasse embora
Até o que eu não tinha
Quem me dera
Ao menos uma vez
Esquecer que acreditei
Que era por brincadeira
Que se cortava sempre
Um pano-de-chão
De linho nobre e pura seda
Quem me dera
Ao menos uma vez
Explicar o que ninguém
Consegue entender
Que o que aconteceu
Ainda está por vir
E o futuro não é mais
Como era antigamente.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Provar que quem tem mais
Do que precisa ter
Quase sempre se convence
Que não tem o bastante
Fala demais
Por não ter nada a dizer.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Que o mais simples fosse visto
Como o mais importante
Mas nos deram espelhos
E vimos um mundo doente.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Entender como um só Deus
Ao mesmo tempo é três
Esse mesmo Deus
Foi morto por vocês
Sua maldade, então
Deixaram Deus tão triste.
Eu quis o perigo
E até sangrei sozinho
Entenda!
Assim pude trazer
Você de volta pra mim
Quando descobri
Que é sempre só você
Que me entende
Do iní cio ao fim.
E é só você que tem
A cura do meu vício
De insistir nessa saudade
Que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Acreditar por um instante
Em tudo que existe
E acreditar
Que o mundo é perfeito
Que todas as pessoas
São felizes...
Quem me dera
Ao menos uma vez
Fazer com que o mundo
Saiba que seu nome
Está em tudo e mesmo assim
Ninguém lhe diz
Ao menos, obrigado.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Como a mais bela tribo
Dos mais belos índios
Não ser atacado
Por ser inocente.
Eu quis o perigo
E até sangrei sozinho
Entenda!
Assim pude trazer
Você de volta pra mim
Quando descobri
Que é sempre só você
Que me entende
Do início ao fim.
E é só você que tem
A cura pro meu vício
De insistir nessa saudade
Que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.
Nos deram espelhos
E vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui.

Renato Russo



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Assim Caminha a Humanidade (Lulu Santos)


Ainda vai levar um tempo
Pra fechar
O que feriu por dentro
Natural que seja assim
Tanto pra você
Quanto pra mim...
Ainda leva uma cara
Pra gente poder dar risada
Assim caminha a humanidade
Com passos de formiga
E sem vontade...
Não vou dizer que foi ruim
Também não foi tão bom assim
Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais...
Ainda vai levar um tempo
Pra fechar
O que feriu por dentro
Natural que seja assim
Tanto pra você
Quanto pra mim...
Ainda leva uma cara
Pra gente poder dar risada
Assim caminha a humanidade
Com passos de formiga
E sem vontade...
Não vou dizer que foi ruim
Também não foi tão bom assim
Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais
Não te quero mais
Não mais!
Êh! Êh!
Não vou dizer que foi ruim
Também não foi tão bom assim
Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais
Não te quero mais
Não mais!
Não te quero mais
Não mais!
Nunca mais!
Êh! Êh!

Lulu Santos




www.letras.terra.com.br/Texti&Vídeo&Foto

terça-feira, 26 de outubro de 2010

O Sol (Jota Quest)


Ei, dor!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
Ei, medo!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada...
E se quiser saber
Pra onde eu vou
Pra onde tenha Sol
É pra lá que eu vou...

Ei, dor!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
Ei, medo!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada...

E se quiser saber
Pra onde eu vou
Pra onde tenha Sol
É pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou...
E se quiser saber
Pra onde eu vou
Pra onde tenha Sol
É pra lá que eu vou...

Yeah! Han!
Caminho do Sol, eh!
Lá lararará!
Caminho do Sol, eh!...
E se quiser saber
Pra onde eu vou
Pra onde tenha Sol
É pra lá que eu vou...
E se quiser saber
Pra onde eu vou
Pra onde tenha Sol
É pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou...

Antônio Júlio Nastácia


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Domingo no Parque (Gilberto Gil)


O rei da brincadeira
Ê, José!
O rei da confusão
Ê, João!
Um trabalhava na feira
Ê, José!
Outro na construção
Ê, João!...
A semana passada
No fim da semana
João resolveu não brigar
No domingo de tarde
Saiu apressado
E não foi prá Ribeira jogar
Capoeira!
Não foi prá lá
Pra Ribeira, foi namorar...
O José como sempre
No fim da semana
Guardou a barraca e sumiu
Foi fazer no domingo
Um passeio no parque
Lá perto da Boca do Rio...
Foi no parque
Que ele avistou
Juliana
Foi que ele viu
Foi que ele viu Juliana na roda com João
Uma rosa e um sorvete na mão
Juliana seu sonho, uma ilusão
Juliana e o amigo João...
O espinho da rosa feriu Zé
(Feriu Zé!) (Feriu Zé!)
E o sorvete gelou seu coração
O sorvete e a rosa
Ô, José!
A rosa e o sorvete
Ô, José!
Foi dançando no peito
Ô, José!
Do José brincalhão
Ô, José!...
O sorvete e a rosa
Ô, José!
A rosa e o sorvete
Ô, José!
Oi girando na mente
Ô, José!
Do José brincalhão
Ô, José!...
Juliana girando
Oi girando!
Oi, na roda gigante
Oi, girando!
Oi, na roda gigante
Oi, girando!
O amigo João (João)...
O sorvete é morango
É vermelho!
Oi, girando e a rosa
É vermelha!
Oi girando, girando
É vermelha!
Oi, girando, girando...

Gilberto Gil



domingo, 24 de outubro de 2010

Blues da Piedade (Cazuza)


Agora eu vou cantar pros miseráveis
Que vagam pelo mundo derrotados
Pra essas sementes mal plantadas
Que já nascem com cara de abortadas

Pras pessoas de alma bem pequena
Remoendo pequenos problemas
Querendo sempre aquilo que não têm

Pra quem vê a luz
Mas não ilumina suas minicertezas
Vive contando dinheiro
E não muda quando é lua cheia

Pra quem não sabe amar
Fica esperando
Alguém que caiba no seu sonho
Como varizes que vão aumentando
Como insetos em volta da lâmpada

Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem

Quero cantar só para as pessoas fracas
Que tão no mundo e perderam a viagem
Quero cantar o blues
Com o pastor e o bumbo na praça

Vamos pedir piedade
Pois há um incêndio sob a chuva rala
Somos iguais em desgraça
Vamos cantar o blues da piedade

Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem

Roberto Frejat/Cazuza